Search

maiores mudanças do varejo em 2021


Você já deve ter observado como o comércio e a dinâmica de compras tem se transformado de forma acelerada e intensa nos últimos tempos, mais do que nunca, as vontades e seguranças dos clientes se tornam o centro das atividades do negócio de um varejista ou marca presente em pontos de vendas.


Assim, a necessidade do distanciamento social e da implementação de novas políticas de higiene fazem com que os empreendimentos precisem reavaliar os seus sistemas de vendas, comunicação e promoção dos produtos, para que consigam se manter ativos e para não ficarem pra trás nesse novo cenário.


Nessa linha, a digitalização já era algo que estava em crescimento, pois era muito buscado pelas lojas que queriam inovar e se destacar no mercado. Com o novo cenário e situação incerta que vivemos, o digital se tornou cada vez mais intenso, não apenas na participação das vendas online da loja, mas também na implementação destas tecnologias digitais no ponto de venda físico.


Nós de eLoopz separamos algumas dicas e ideias que podem ajudar o seu negócio a repensar as suas estratégias de merchandising e experiência do cliente de modo a se adaptar ao novo modelo a as suas necessidades.


Higienização e Distanciamento Social


A higiene se tornou extremamente importante e crucial dentro do ponto de venda, dado o cenário de pandemia, é preciso garantir o distanciamento seguro entre as pessoas e disponibilizar álcool em gel para higienizar as mãos e objetos manuseados dentro do estabelecimento. Assim, além de prevenir doenças, a loja se adequa as novas leis e transparece a sua preocupação com seus clientes e colaboradores.


Além do álcool em gel, utilizando a tecnologia é possível ir além e buscar mais medidas que colaborem com um ambiente mais seguro. Com painéis e telas digitais instalados ao longo da loja, é possível que os clientes conheçam novos produtos, verifiquem a disponibilidade no estoque, tirem dúvidas e efetuem suas compras sem ter a necessidade de entrar em contato com os atendentes constantemente, o que traz mais segurança para ambos os lados e ainda auxilia em uma nova experiência dentro do empreendimento.


Integração com a loja virtual


Hoje em dia cada vez mais as pessoas estão conectadas ao mundo virtual, é muito comum pesquisarem algo online antes mesmo de efetuarem uma compra presencialmente. Assim, uma estratégia utilizada para extrair o melhor tanto do mundo virtual com do físico é juntar ambos em um lugar só.


Com a utilização de telas profissionais integradas ao ambiente é possível digitalizar a experiência do cliente dentro da loja, trazendo conteúdos e informações que auxiliam na tomada de decisão e obtenção de informação sobre os produtos, além de trazer interatividade com o usuário. Uma empresa que usufrui dessa tecnologia é a rede de lojas de maquiagem e beleza Sephora, que usa telas profissionais com câmeras e realidade aumentada para que os usuários possam ver como ficam as maquiagens no seu rosto sem precisar provar o produto real, e assim escolher a melhor opção de acordo com as suas necessidades. Até a experimentação de produtos de beleza se digitalizou.


Sustentabilidade


Neste novo cenário em que vivemos a sustentabilidade e ações sociais ainda continuam em alta e se tornam cada vez mais influente tomada de decisão dos consumidores. Segundo uma pesquisa da Shopify, 53% dos consumidores preferem comprar produtos com origem sustentável. Junto a isso, 49% dos clientes veem como positivo quando empresas fazem doações a cada compra realizada.


Assim, marcas que buscam explorar ações ecológicas e beneficentes, além de trazer um retorno positivo para a sociedade também consegue conquistar a proximidade com os clientes.


Economizar energia e trabalhar sem papel são os primeiros passos lógicos para uma empresa 'verde'. Usar várias telas de sinalização digital que consomem energia, portanto, pode parecer na contra-mão. No entanto, o impacto da sinalização digital é muito mais positivo que você pensa.


A sinalização digital pode ajudar a tornar sua organização mais sustentável. Embora o papel, por exemplo, possa ser reciclado, a indústria papeleira ainda representa um impacto significativo no meio ambiente. O corte de árvores, a produção de papel, os cartuchos plásticos com tinta tóxica e até as grandes e pesadas impressoras das gráficas (que também devem ser produzidas e transportadas novamente, consomem energia, etc.); quase todos os elos da cadeia de produção do papel e da impressão são prejudiciais ao meio ambiente. E logo após o papel ser usado - ou mesmo antes, em caso de erro de impressão - provavelmente será jogado no lixo. Reciclar papel é apenas o mínimo que você pode fazer.


Um bom exemplo é a marca fast-fashion de roupas sueca H&M. Eles já possuem um posicionamento estratégico com o objetivo de diminuir o impacto no meio ambiente. A empresa pretende utilizar apenas materiais sustentáveis a partir de 2030, assim como também ter uma cadeia de suprimentos com menor impacto, o que está incluído na emissão de gás carbono, até 2040. O mesmo pode ser visto também em suas lojas físicas onde telas digitais estão substituindo materiais impressos nesse mesmo sentido para se tornar mais "verde".



Conclusão


Atitudes voltadas para o cuidado da sociedade aliadas a tecnologias que transformam a maneira como as lojas trabalham ganham muita força neste novo cenário em que vivemos. Para mostrar a importância que seu publico tem, o empreendimento precisa trazer ações concretas que busquem o bem estar daqueles que estão nas suas lojas e para a sociedade como um todo.


Portanto, as lojas que querem se tornar competitivas nos tempos de hoje precisam buscar inovar na maneira como se conectam com os clientes, revolucionando toda a experiências que eles têm com a marca, para se destacarem dos concorrentes e se tornarem mais competitivas no mercado.


Converse com nossos especialistas e saiba mais como a comunicação e a interatividade digital estão revolucionando a experiência do cliente em lojas físicas de forma segura e sustentável.



52 views0 comments

Recent Posts

See All